November 19 - 20, 2019
São José dos Campos - SP

Sobre

Nos dias 19 e 20 de novembro de 2019, a Agência Espacial Brasileira (AEB), o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), a Secretaria-Geral da Presidência da República, por meio da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos (SAE), a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e o Parque Tecnológico São José dos Campos (PqTEC) realizarão a terceira edição do Fórum da Indústria Espacial Brasileira nas instalações do próprio Parque Tecnológico, na cidade de São José dos Campos, em São Paulo. O objetivo do Fórum é criar, a partir de uma ótica comercial, um ambiente de debate, de troca de ideias e de possibilidades de negócios essenciais para o desenvolvimento do setor espacial brasileiro. O evento propicia a interação entre a iniciativa privada e entes governamentais, instituições de fomento, institutos de pesquisas, universidades, startups.

A Economia Espacial envolve a produção de hardware e software para lançadores, satélites e infraestrutura de solo e também a de aplicações espacial. A partir de dados e imagens satelitais, inúmeros setores produtivos são beneficiados pelos serviços de sensoriamento remoto, telecomunicações, meteorologia, posicionamento e navegação, coleta de dados. Assim, além das empresas do setor espacial, o Fórum busca atrair também aquelas de diferentes setores produtivos usuárias e fornecedoras de aplicações espaciais, servindo como um espaço em que tais setores produtivos possam discutir seus projetos e estabelecer novas parcerias baseadas em tecnologias espaciais.

Nesta edição, o tema será: “Economia Espacial e Negócios”. A ideia é discutir os benefícios socioeconômicos gerados a partir do setor espacial, as aplicações possíveis, as formas de fomento para novas empresas e os possíveis modelos de utilização comercial dos centros de lançamentos. A inovação dessa edição é a ampliação do público alvo: representantes dos Estados Unidos, da Europa e da América Latina participarão do Fórum como convidados internacionais, a fim de promover maior integração da indústria nacional com o ambiente externo.

November 19 - 20, 2019

INSCREVER-SE AGORA!

Programação

November 19
08:00 am - 09:00 am
Recepção aos convidados e credenciamento (com coffee break) - Local: Hall do Auditório 4
09:00 am - 10:00 am
Sessão de Abertura - Abertura oficial do Fórum com breve discurso de boas vindas de representantes das instituições
10:00 am - 12:00 pm
Economia espacial e seus benefícios socioeconômicos
12:00 pm - 01:30 pm
Almoço (horário livre) - Sugestão: restaurante do Parque Tecnológico
01:30 pm - 03:00 pm
Perspectivas para o Programa Espacial Brasileiro
03:00 pm - 04:00 pm
Coffee Break
04:00 pm - 06:00 pm
Centros de lançamento: ambiente institucional e regulatório
06:00 pm - 09:00 pm
Coquetel
November 20
09:00 am - 10:30 am
O que é a Revolução New Space?
10:30 am - 11:15 am
Coffee Break
11:15 am - 12:30 pm
In e Out: as conexões da tecnologia espacial
12:30 pm - 01:30 pm
Almoço (horário livre) - Sugestão: restaurante do Parque Tecnológico
01:30 pm - 03:00 pm
Aplicações Espaciais
03:00 pm - 04:00 pm
Keynote Speaker
04:00 pm - 04:30 pm
Encerramento

Palestrantes

Mesa: Economia espacial e seus benefícios socioeconômicos

Marc Serres

CEO - Agência Espacial do Luxemburgo

Marc Serres é CEO da Agência Espacial do Luxemburgo e vice-presidente do conselho da ESA. Graduou-se com um PhD em Engenharia em 2000, na Universidade Católica de Louvain. Ele iniciou sua carreira profissional na indústria de fabricação de antenas de comunicações via satélite. Antes de sua posição atual no Ministério da Economia, ele administrou o relacionamento com a ESA por 8 anos no Ministério do Ensino Superior e Pesquisa. O Conselho da ESA é o principal órgão diretivo da Agência Espacial Europeia, representando os Estados-Membros no nível ministerial ou delegado. O Conselho define as diretrizes políticas básicas e determina as direções de desenvolvimento da Agência Espacial Européia e da Indústria Espacial Europeia. Luxemburgo tornou-se oficialmente um Estado membro da ESA em 2005. Na etapa anterior para posicionar o país no sector espacial, Luxemburgo entrou para o espaço em 1985 com a criação do Européenne des Satellites Société (SES). O último passo dado pelo governo luxemburguês foi posicionar o país como pioneiro no desenvolvimento da economia de recursos espaciais sob a marca SpaceResources.lu. Luxemburgo colabora com a ESA em atividades relacionadas a missões para asteroides, tecnologias relacionadas e exploração e utilização de recursos espaciais.

André Rauen

diretor de estudos setoriais de inovação e infraestrutura - IPEA

Economista formado pela UFSC, mestre e doutor em Política Científica e Tecnológica pela UNICAMP com estágio de pós-doutorado na Columbia University. Foi pesquisador no INMETRO, tecnologista e subsecretário no MCTI, bem como consultor ad hoc da UNIDO para políticas de inovação. Atualmente é diretor de estudos setoriais de inovação e infraestrutura no IPEA, onde redigiu a atual regulamentação de encomendas tecnológicas dentro do novo marco legal de ciência e tecnologia. Possui mais de uma dezena de artigos indexados na área de políticas de inovação, compras públicas para a inovação e encomendas tecnológicas, também é revisor da revista brasileira de inovação, revista gestão e conexões, revista brasileira de monitoramento e avaliação, revista espaço acadêmico e innovation and management review. Organizou e publicou o primeiro livro sobre políticas de inovação pelo lado da demanda do Brasil, bem como o primeiro guia de boas práticas em encomendas tecnológicas. É membro da comissão de avaliação da EMBRAPII e professor do curso de especialização em gestão de políticas em ciência, tecnologia e inovação da ENAP.

Mesa: Perspectivas para o Programa Espacial Brasileiro: ambiente institucional e regulatório

Carlos Augusto Teixeira de Moura

Presidente - Agência Espacial Brasileira

Natural de São Paulo, SP. Graduado em Engenharia de Infraestrutura Aeronáutica (1980) e Mestre em Ciências (1996), ambos pelo ITA. Experiência em: projetos aeroportuários e de centros de lançamento espacial; desenvolvimento, qualificação e operação de sistemas computadorizados de aplicação crítica; operações de preparação e lançamento espacial no Brasil e no exterior; atividades de elaboração e revisão de políticas públicas e de planejamento tecnológico e organizacional, incluindo cooperações internacionais; implantação e acompanhamento de sistemas de garantia da qualidade; elaboração de normas para o setor aeroespacial; certificação espacial; planejamento estratégico do setor aeroespacial. Atua no segmento espacial desde 1985, com destaque para: implantação do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA); desenvolvimento do Veículo Lançador de Satélites (VLS); operações de lançamento e rastreio espaciais (CLA); operações de intercomparação de sondas com o Organização Mundial de Meteorologia; desenvolvimento do Plano Diretor para o CEA (Infraero); projeto e implantação do Complexo Terrestre do Cyclone-4; concepção e planejamento de sistemas espaciais no âmbito do Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE). Junto à AEB, atuou em diversas atividades de cooperação, como: estudos prospectivos com organizações internacionais para utilização do CLA; desenvolvimento de regulamentos de segurança espacial; desenvolvimento e implantação de infraestrutura geral do CLA; programas de certificação e licenciamento espacial; e, desde o início do 2017, atua, em conjunto com representantes de outros órgãos, em diversos Grupos Técnicos do Comitê de Desenvolvimento do Programa Espacial Brasileiro (CDPEB). Desde 2005, é Representante para a América do Sul da International Association for the Advancement of Space Safety. Trabalhou na iniciativa privada de jan. 1972 a fev. 1973; e de out. 2008 a fev. 2016. Fez carreira na Força Aérea Brasileira, de mar. 1973 a set. 2008, deixando a FAB como Coronel Engenheiro. Atuou novamente na área de Ciência, Tecnologia, Inovação e Offset do Estado-Maior da Aeronáutica, de abr. 2016 a fev. 2018. Desde março de 2018, trabalhava como Analista da Comissão de Coordenação e Implantação de Sistemas Espaciais – CCISE, encarregada do PESE. Atualmente é presidente da Agência Espacial Brasileira.

General Santa Rosa

Secretário Especial de Assuntos Estratégicos - SAE

Secretário Especial de Assuntos Estratégicos da Secretaria-Geral da Presidência da República (SAE/SG/PR), Maynard Marques de Santa Rosa é General-de-Exército reformado. Graduado pela Academia Militar das Agulhas Negras (Resende/RJ), serviu em 24 Unidades Militares do Território Nacional, durante 49 anos na ativa. Possui mestrado pela Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (Rio/RJ) e doutorado em Ciências Militares, pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (Rio/RJ), além do pós-doutorado em Política e Estratégia, pelo U.S. Army War College (Carlisle/PA, 1988/89). Comandou o 11º Batalhão de Infantaria de Montanha (S. J. d’El Rei/MG), a 10ª Bda de Infantaria Motorizada (Recife/PE) e a 7ª Região Militar/7ªDiv de Exército (Recife/PE). General Santa Rosa foi, ainda, 4º Subchefe do Estado-Maior do Exército (Logística, C&T), Cmt Militar do Nordeste em 2005 (interino), Sec. de Política, Estratégia e Assuntos Internacionais do MD (2006/2007) e Chefe do Departamento-Geral do Pessoal do Exército (2008/2010). Professor de pós-graduação da Fundação Armando Álvares Penteado – FAAP (S. Paulo/SP), atuou como docente de Estratégia e História da Filosofia, entre 2008 e 2010.

Paulo Eduardo Vasconcellos

Diretoria de Transporte Espacial e Licenciamento - AEB

Diretor de Transporte Espacial e Licenciamento - Agência Espacial Brasileira Especialista em Planejamento e Gestão Estratégica. Profissional de Tecnologia da Informação, como Analista de Negócios no desenvolvimento de sistemas de informação em áreas como Missão Crítica, Inteligência, Gestão do Conhecimento e Corporativa. Grande experiência em coordenação e integração de equipes para projetos, incluindo participantes estrangeiros. Oficial Geral Aposentado (Major-General) da Força Aérea Brasileira, nesta carreira ele foi piloto de caça e alocador de armas de caça, também trabalhou nas áreas de planejamento estratégico e gestão estratégica, além de coordenar equipes para viabilizar atividades, com equipes internacionais focadas em Ciência e Tecnologia. Como Diretor Geral, foi o representante do Grupo de Alto Nível Brasil / Suécia (Comitê Executivo) e, recentemente, CIO da Força Aérea Brasileira.

Mesa: Modelos comerciais para o setor espacial

Martin Mössler

Diretor-Geral - ESA BIC’s

Martin Mössler estudou engenharia mecânica na Universidade de Tecnologia Graz, depois Ciência Política em Salzburgo, Relações Internacionais em Oxford e concluiu o mestrado na London School of Economics and Political Science (LSE). Os cargos profissionais levaram à equipe do Presidente Federal Dr. Heinz Fischer (Departamento de Ciência e Pesquisa), à administração de uma empresa de turismo e à reitoria da Universidade de Artes Aplicadas de Viena.   Entre 2010-2016, trabalhou como assistente do Reitor da TU Graz, Univ. Dr. Hans Sünkel, Presidente da Conferência Universitária Austríaca, Geodesista de Satélites e Chefe de várias Missões da ESA e um membro de pleno direito da IAF. Desde junho de 2016, Martin Mössler é diretor administrativo do Science Park Graz, que também administra o Centro de Incubação de Negócios da Agência Espacial Europeia para a Áustria e o Sudeste da Europa. Devido à sua competência de liderança, sua biografia internacional e suas amplas habilidades de networking, ele lidera a organização austríaca com sucesso e até conseguiu cobrir toda a cadeia de valor da incubação, trazendo o ESA BIC para a Áustria e além. Ele ainda trabalha com Hans Sünkel, que está no Conselho da ESA BIC Áustria, bem como com o ex-diretor geral de longo prazo da ESA, Jean-Jacques Dordain, que também é membro do Conselho da ESA BIC Áustria.    “Ao fundir negócios com ciência e conhecimento acadêmico, bem como com know-how industrial, criamos uma estrutura de suporte poderosa para o que acreditamos ser o berço da inovação: nosso ecossistema de startups. A confiança, as visões e a motivação de nossos fundadores nos dão todo o momento necessário para facilitar a transformação do sonho em realidade. E é disso que trata nossa missão - transformar idéias visionárias em negócios bem-sucedidos. ”- Martin Mössler, diretor administrativo do SPG e embaixador da ESA IAP na Áustria.

Sidney N. Nakahodo

Co-fundador e CEO - New York Space Alliance

Sidney N. Nakahodo é uma das principais autoridades em empreendedorismo espacial nos Estados Unidos, sendo co-fundador e CEO da New York Space Alliance (NYSA). É docente da Universidade Columbia e foi fellow da Singularity University, no Vale do Silício, atualmente servindo como co-embaixador do capítulo da entidade em Nova York. Antes trabalhou no Banco Mundial com políticas públicas, desenvolvimento do setor privado e finanças do carbono. É mestre em relações internacionais pela Escola de Administração Pública e Relações Internacionais (SIPA) da Universidade Columbia e engenheiro de materiais pela Escola Politécnica da USP. Também concluiu o Programa de Soluções Globais (GSP) da Singularity University com bolsa do Google e é graduado do Programa de Estudos Avançados em Política Econômica Internacional (ASP) pelo Instituto Kiel, na Alemanha. Sidney é fluente em inglês e espanhol, comunica-se em francês e italiano, e tem conhecimentos básicos de alemão.

Mesa: Aplicações Espaciais

Luciano Giesso

Diretor de vendas - Satellogic

Luciano Giesso atua como diretor de vendas da Satellogic. Ele é um executivo multinacional com mais de 20 anos de experiência em tecnologia e serviços. Antes de ingressar na Satellogic, ele lançou operações no Brasil, na América Central e nos EUA para uma empresa de serviços de TI fundada na Argentina, a Apex America, que transferiu o modelo de negócios da empresa de um empreendimento local para um ator regional. Com sede nos EUA, ele foi responsável por todos os esforços comerciais, além de gerenciar as operações dos clientes da Fortune-500 nas Américas, liderando equipes de vários países com mais de 100 funcionários. Ele já trabalhou na IBM há mais de 14 anos, ocupando vários cargos de gerência e vendas na América Latina. Fluente em inglês, espanhol, francês, português e alemão, Giesso é formado em engenharia pela UCA e possui MBA pela Universidade San Andrés, ambos em Buenos Aires, Argentina. Ele também concluiu programas executivos na Harvard Business School e na MIT Sloan School of Management. Giesso tem 47 anos, é casado com Ximena e tem três filhos. Ele gosta de música, tênis, esqui e corrida.

José Polidoro

Chefe Geral - Embrapa Solos

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (1994), mestrado em Microbiologia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa (1997) e doutorado em Agronomia (Ciências do Solo) pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2001), onde realizou o pós-doutorado em Produção Vegetal. Atualmente é pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, unidade Embrapa Solos. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fertilidade do Solo e Adubação, e Técnicas experimentais em Agronomia, atuando principalmente nos seguintes temas: Manejo da Fertilidade do solo, Eficiência agronômica de nutrientes na agricultura, métodos de análises de solos e plantas, tecnologias para desenvolvimento de novos fertilizantes, e em gestão, como Chefe Adjunto de Pesquisa e Inovação da Embrapa Solos (2015 a dezembro/2017). Atualmente é Chefe Geral da Embrapa Solos.

Leonardo Barros

Diretor Presidente - HEX Tecnologias Geoespaciais

Leonardo Barros é o Diretor Presidente da HEX Tecnologias Geoespaciais, empresa focada na execução de sensoriamento remoto a partir de imagens orbitais, tendo acumulada a experiência de monitoramento de mais de 190 milhões Km² em terra e mais de 80 milhões de Km² no mar. Sua formação se iniciou na Escola Naval e cursou Economia na Universidade Católica de Petrópolis, foi executivo de grandes empresas de Tecnologia da Informação como a SAP e a Oracle e após acumular experiência nestas grandes companhias se dedicou ao empreendorismo tendo sido sócio de várias startups, sempre relacionadas ao setor de tecnologia e inovação.

Ana Cristina Galhego Rosa

CEO - DIPTERON UG

Advogada e empresária no setor espacial, possui mais de 10 anos de experiência no setor. Atualmente, é fundadora e CEO de sua empresa DIPTERON UG, sediada na Alemanha. A empresa desenvolve uma plataforma para detectar as áreas de risco do mosquito Aedes, causador das doenças da Dengue, Zika e Chikunguya. A plataforma baseia-se em uma inteligência artificial, que combina dados de satélites de sensoriamento remote e outros dados de campo. O projeto já foi ganhador de prêmios na Europa e atualmente está incubado na Agência Espacial Europeia (ESA, em inglês). No Brasil, em parceira com a empresa VISIONA TECNOLOGIA ESPACIAL S.A, vem desenvolvendo um projeto piloto para a cidade de São Jose dos Campos. Possui vasto conhecimento na área espacial, tendo trabalhado no escritório de Assuntos Espaciais das Nações Unidas (UNOOSA, em inglês) e no Instituto Europeu de Políticas Espaciais (ESPI, em inglês), ambos em Viena, Austria. Desde 2008, vem atuando como membro consultora da delegação brasileira nas reuniões do Comite do Uso Pacífico do Espaço das Nacões Unidas (UNCOPUOS, em inglês). É pós-graduada em direito internacional e comércio internacional, mestre em direito aéreo e espacial, e, também, concluiu o prestigiado Programa de Estudos Espaciais da Universidade Internacional do Espaço (ISU, em inglês). É membro do Instituto Internacional de Direito Espacial (IISL, em inglês) da Associação das Mulheres no Setor Aeroespacial da Europa (WIA-Europe, em inglês ) e da Associaçäo Brasileira de Direito Aéreo e Espacial (SBDA). Possui artigos publicados no setor espacial e no decorrer de sua carreira ganhou 12 prêmios.

Mesa: In and Out: As Conexões da Tecnologia Espacial

Pierre Mattei

Diretor - Instituto de Inovação do Senai

Diretor do Instituto de Inovação do Senai em Sistemas Embarcados e Coronel Aviador da reserva com mais de mil horas de voo. Membro do Comitê das Indústrias de Defesa, COMDEFESA, da FIESC. Projetos de sistemas eletrônicos e inteligência artificial na edge aplicados à satélites, UAVs, Indústria 4.0, plataformas offshore, agricultura de precisão e mobilidade elétrica. Anteriormente, foi professor no ITA, professor visitante no MIT (EUA) e na universidade francesa ISAE-Supaéro, coordenador do curso de graduação em engenharia aeroespacial no ITA, gerente técnico de projetos da Força Aérea, responsável pela criação do laboratório de pesquisas e curso de especialização em guerra eletrônica no ITA, pesquisador científico em sensores a fibra óptica no IEAv/DCTA e piloto militar. Pós doutoramento em andamento no ICMC/USP, Doutor em Ciências da Computação pela USP, Mestre em Física pelo ITA, Engenheiro Eletrônico pelo ITA, MBA em Gestão Estratégica pela ESPM, MBA em Processos pela UFF, Curso de Estado-Maior pela Universidade da Força Aérea Brasileira e Ciências Aeronáuticas pela Academia da Força Aérea.

Masa Nagasaki

Co-fundador e CEO - Space BD Inc.

Masa foi co-fundador da Space BD Inc. em setembro de 2017. Como especialista experiente em desenvolvimento de negócios em diversos setores, incluindo mineração, aço e educação, ele embarcou em seu novo desafio no setor espacial. Desde a criação do Space BD, a empresa foi selecionada pela JAXA como operadora oficial do serviço de implantação de nanossatélites do módulo experimental japonês ISS Kibo em menos de um ano. A Space BD agora é uma empresa japonesa líder em serviços de lançamento de satélites, bem como serviço de utilização da ISS, e também entra no serviço de educação espacial a partir de 2018. Antes disso, ele fundou Nagasaki & Co. em 2014, onde ele opera principalmente no desenvolvimento de negócios na área da educação. Projetos notáveis incluem o Projeto de Promoção da Educação Empreendedora do Ministério da Economia, Comércio e Indústria. No início de sua carreira, atuou na Mitsui & Co., Ltd., um dos maiores conglomerados do Japão, e passou 11 anos trabalhando em produtos siderúrgicos e indústrias de mineração (minério de ferro), ocupando posições de comércio e desenvolvimento de negócios, incluindo joint-ventures desenvolvimento de empreendimentos no Brasil e na Austrália. Ele se formou na Universidade de Waseda com um diploma de bacharel em educação.

Inscrições

Localização

Parque Tecnológico - São José dos Campos - São Paulo

Onde se Hospedar

Onde se hospedar em São José dos Campos

São José dos Campos é o segundo município mais populoso do interior do Brasil e pertence à mesorregião do Vale do Paraíba Paulista. Com diversos atrativos turísticos, é também uma cidade de importância econômica possuindo um alto potencial de negócios. É também o mais importante pólo aeronáutico e aeroespacial da América Latina.

Hotéis 4 estrelas

Novotel
https://novotel.accorhotels.com/pt-br/city/hoteis-sao-jose-dos-campos-v7064.shtml
Golden Tulip
https://sao-jose-dos-campos.goldentulip.com
Nacional Inn
https://www.nacionalinn.com.br/
Mercure
https://www.accorhotels.com/pt-br/hotel-5168-mercure-sao-jose-dos-campos-hotel/index.shtml?adults=&children=&nights=&dateIn=
Promenade Enterprise
http://www.promenade.com.br/

Hotéis 3 estrelas

B&B EM SJC.
https://hotelbb.com.br/
Polo Hotel
http://polohotelclube.com.br/
Faro Hotel
https://www.farohoteis.com.br/sao-jose-dos-campos
Carlton Plaza Hotel
http://www.carltonhoteis.com.br/redecarlton/

Contato

Email de contato do fórum: forum.industria@aeb.gov.br